Obras de infraestrutura na região de Alagoinhas impulsionam turismo e desenvolvimento urbano


As obras da rodovia que liga Itanagra à Linha Verde, na região de Alagoinhas, serão concluídas neste verão, aumentando o tráfego e levando desenvolvimento para todo o entorno. A informação foi passada pelo secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, durante entrevista à Rádio Digital de Alagoinhas, na manhã desta terça-feira (28). “A estrada que liga Alagoinhas a Araçás foi licitada quando meu pai foi prefeito de Alagoinhas, para fazer essa ligação com a Linha Verde. Depois, o governador Jaques Wagner e o então secretário de Infraestrutura, Otto Alencar, fizeram Araçás-Itanagra. Agora, com o governador Rui Costa, nós estamos concluindo essa rodovia tão importante”, afirmou Cavalcanti.

Sobre o acostamento da estrada Alagoinhas-Araçás, Cavalcanti disse que a intervenção não será feita antes da conclusão da obra da própria estrada. “Parece uma obra simples, mas não é, porque é preciso estudar para que lado a estrada será alargada. A engenharia tem que decidir qual lado pode ser alargado e pode envolver trabalhos de drenagem, com manilhas. Então, é uma obra que não é simples e, às vezes, é mais trabalhosa que a repavimentação de uma rodovia. Mas nós sabemos que é uma obra importante”.

Conde a Esplanada

Outro projeto em andamento é a recuperação total da estrada que liga Conde a Esplanada. “Devemos licitar ainda este ano para começar as obras em janeiro. A rodovia de Imbé também sofre muito com os caminhões super pesados que passam ali, especialmente com o tráfego de madeira de diversas empresas. Temos, então, que ver a solução que será dada àquela rodovia. Temos que continuar Acajutiba e Rio Real, que já está em projeto, inclusive a ligação de Rio Real e Itapicuru. Estamos fazendo o projeto de um semi-anel em Itapicuru, para retirar o tráfego dos caminhões que vêm ou vão para Tobias Barreto e causam acidentes fatais por ali”, explicou o secretário.

Segundo Cavalcanti, em novembro, será concluída a obra de restauração dos 39 quilômetros de Sátiro Dias à BR-110, com investimento de cerca de R$ 12 milhões. Sobre a ponte do Conde, o secretário informou que a obra já foi licitada duas vezes. “Vamos implantar uma ponte definitiva, que hoje é de madeira, na estrada que liga a Linha Verde a Barra do Tariri. Mas não estão aparecendo licitantes, e nós identificamos que uma das dificuldades é o aumento efetivo do aço que houve este ano. Isso faz com que as empresas não tenham condição de orçar dentro da proposta aprovada na licitação. Se não conseguirmos, a lei nos permite fazer uma contratação direta, desde que seja dentro do valor que a obra foi licitada”.

Novo aeroporto

Ainda na região do Conde, Cavalcanti destacou que estão sendo realizados estudos para a construção de um aeroporto. “Já demos entrada na consulta na área ambiental para a construção do Aeroporto do Conde. Essa análise vai permitir que continuemos com os estudos para a implantação de mais um aeroporto na Bahia, além do de Vitória da Conquista, que já entregamos; os outros que já pavimentamos; e outros que estamos construindo, como o de Bom Jesus da Lapa e de Senhor do Bonfim”.

Na entrevista, o secretário foi questionado sobre emendas do senador Otto Alencar e do deputado Otto Filho, no valor de R$ 10 milhões, destinadas a obras na Avenida Paulo Afonso. “A emenda proposta pelo senador Otto Alencar corresponde a 40% do valor da obra. O Governo do Estado está entrando com o complemento, e a licitação será na próxima quinta-feira [30], para que a gente urbanize aquele acesso, interligando a Praça Kennedy, até a BR-110.  Também estamos fazendo a licitação da pavimentação do Parque São Bernardo e discutindo outras obras de pavimentação de acessos. Vamos melhorar as quatro entradas de Alagoinhas, dando o padrão que o município merece pelo seu desenvolvimento, para a sua pujança”.

Telefonia celular e outras estradas

 

Cavalcanti comentou ainda sobre a telefonia celular e outras obras em estradas em toda a Bahia. “Com o projeto Fala Bahia, estamos levando sinal de celular para pequenas localidades, Sitio Novo, Baixios, Cardeal da Silva e Altamira de Conde. Hoje estamos fazendo mais de 1,5 mil quilômetros de estradas na Bahia e investindo, mesmo neste momento de crise, mais de R$ 1 bilhão. Estamos fazendo obras gigantescas, concluindo uma ponte com 1.040 metros sobre o Rio São Francisco; fizemos a ponte Ilhéus-Pontal e duplicamos 2,5 quilômetros da orla sul de Ilhéus. Também estamos trabalhando no projeto da ponte Salvador-Itaparica. Estamos trabalhando para continuar como o segundo estado em investimento, perdendo apenas para São Paulo. Na saúde, nós investimos mais do que em São Paulo”.

Sobre a estrada que liga Riachão do Jacuípe a Serra Preta, o secretário disse que o projeto será licitado, assim como a rodovia que liga Berimbau, Coração de Maria e Irará. “Barrocas–Serrinha e Serrinha-Biritinga também precisam melhorar. Neste momento, temos mais de 800 quilômetros de rodovias nas carteiras de projetos que estamos aguardando para licitar. Além de diminuir o custo da logística e dar segurança, com as obras em estradas, estamos também gerando emprego e renda”, concluiu.

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *