Bahia defende Ramirez após indiciamento por racismo


Tricolor disse apoiar o jogador colombiano que foi indiciado pela polícia carioca

Foto : Alexandre Vidal/Flamengo

Por Gabriel Amorim

Depois que a Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou o jogador colombiano Ramirez, meia do Bahia, o clube se posicionou em defesa do jogador. Em nota divulgada à imprensa, o Bahia lamentou a decisão e disse que espera que a justiça seja feita.

O indiciamento do jogador por racismo aconteceu depois de denúncia do volante do Flamengo, Gerson. Segundo o Bahia, a delegada que conduz as investigações já dava sinais de predileção pela versão do jogador carioca. “Nosso jogador”. Assim ela se referiu ao volante Gerson, do Flamengo, responsável pela acusação – e que não compareceu ao depoimento perante a Justiça Desportiva -, indicando espectro de notória parcialidade”, diz a nota divulgada pelo Bahia.

O time ainda alegou que, depois de ter tido acesso a todos os documentos dos interrogatórios feitos na investigação acredita que não exitem provas contra o meia tricolor. “A decisão foi absolutamente despida de qualquer fundamentação probatória.Em todos os momentos do episódio, o Bahia se comportou em busca da verdade dos fatos, sem desmerecer a palavra de Gerson, mas também considerando a presunção de inocência do seu atleta e a necessidade de se produzir prova robusta e incontestável”, completa o texto.

Fonte: Metro1